(11) 3207-7618

Para trabalhadores presidente da ELETROBRAS é um Mentiroso.

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2017

Jornal GGN - Associações e entidades representativas dos empregados das empresas Eletrobras enviaram nota ao GGN rebatendo as informações repassadas pelo presidente da estatal Wilson Pinto. Reproduzimos a íntegra da resposta a seguir: 

 

Sobre a matéria publicada no site GGN Online, do jornalista Luis Nassif, publicada em 10 de novembro de 2017, sob o título "Presidente da Eletrobras explica apoio à privatização", as associações e entidades representativas dos empregados das empresas Eletrobras têm a dizer o seguinte:

1) O presidente da Eletrobras Wilson Pinto mente quando argumenta que as suas declarações contra a privatização foram dadas apenas no início do seu segundo mandato no ano de 2016. Um dia após o anúncio da decisão de privatizar a Eletrobras feito pelo Ministério de Minas e Energia, foi distribuída nota interna dirigida aos empregados em que o mesmo afirma que era contra a privatização da empresa e que o seu intuito sempre foi o de recuperá-la.


2) É inverídico o argumento apresentado pelo Sr. Wilson Pinto na nota encaminhada ao site GGN, como direito de resposta, uma vez que a Eletrobras se encontra em franco processo de recuperação econômica com valorização de suas ações e lucro expressivo no seu balanço nos dois últimos anos. Inclusive, a empresa possui créditos bilionários, como os referentes ao empréstimo compulsório, a serem ressarcidos pela União Federal e indenizaçôes a receber de seu maior acionista. Além disso, o valor patrimonial da Eletrobras é calculado em montante muito superior àquele que o Governo Federal estima obter com a sua incerta privatização. Cumpre lembrar que a empresa conta com recursos próprios e não depende do Tesouro para se manter.

3) Cumpre salientar que a Eletrobras possui um quadro técnico de empregados bem preparado e treinado capaz de responder efetivamente aos maiores desafios e às necessidades reais do país. Lembremos que foi o mesmo presidente da Eletrobras Wilson Pinto que em vídeo distribuído internamente nas empresas Eletrobras tentou se desculpar com os empregados por tê-los inadvertidamente chamado de "ineficientes". É uma pena que não apresentou as suas desculpas publicamente nos mesmos veículos de imprensa e mídia que usou para ofender dolosamente os empregados.

4) Um presidente que mente sem nenhuma culpa e joga com as palavras irresponsavelmente como lhe convém, a depender da plateia que tem diante de si, com o único fim de enganar e desinformar a opinião pública e gerar falsas expectativas no mercado e nos investidores não merece o nosso respeito e o do povo brasileiro. A Eletrobras é estratégica para o futuro e o desenvolvimento econômico e social do País e só isso já é mais do que suficiente para  justificar sua permanência sob o controle direto do Estado brasileiro.

VOLTAR ÀS NEWS